KPIs para Freelancers: Como acompanhar o crescimento do seu negócio enquanto freelancer

07.11.2018

Há muitas formas de medir o seu sucesso enquanto freelancer. Uma delas é a quantidade de dinheiro que está a ganhar, mas isso não é necessariamente a mais importante. Existem outros aspetos que também deve considerar, como o número de clientes que conseguiu angariar, o que está a ganhar verdadeiramente por hora de trabalho e a eficácia dos seus esforços de promoção. Se quer que o seu negócio seja bem-sucedido, “voar ao sabor do vento” não será, certamente, suficiente.

A definição de indicadores-chave de performance é simples: os KPIs são uma das formas que pode utilizar para medir a performance de um processo ou negócio.

Utilizar os indicadores-chave de performance (KPIs) é uma excelente forma de medir efetivamente o desenvolvimento do seu negócio.

Essencialmente, os KPIs ajudam-nos a acompanhar o desenvolvimento tanto a longo como a curto prazo, permitindo-lhe intervir atempada e adequadamente caso alguma das suas áreas não esteja a corresponder às expetativas. Vai permitir-lhe perceber se está a dedicar demasiado tempo a algo que não o merece.

Os KPIs são apelidados de técnica SMART (Specific, Measurable, Achievable, Relevant, Timely – Específicos, Mensuráveis, Atingíveis, Relevantes, Temporais). É assim que eles devem ser para que o consigam ajudar a medir a sua evolução.


KPIs para Freelancers: 4 Formas de medir o seu crescimento

 

Lucro

O lucro é um indicador óbvio, diretamente relacionado com uma performance de sucesso. No entanto, lucro e rendimento total são coisas muito distintas. O lucro é o dinheiro que lhe entra diretamente no bolso, após impostos e despesas do negócio. Uma medição consistente do seu lucro pode fazer muito pelo seu negócio.

Em primeiro lugar, ajuda-o a identificar as chamadas “épocas baixas”, aqueles meses onde tendencialmente tem menos trabalho e recebe menos dinheiro. Além disso, é um bom indicador do desenvolvimento do seu negócio ao longo do tempo.

Se tiver dificuldades em acompanhar os seus rendimentos numa base mensal ou anual, talvez deva considerar a utilização de uma app ou software financeiro para tornar este acompanhamento dos KPIs muito mais fácil.

 

Crescimento

Para perceber realmente se está a ter sucesso a longo-termo, será importante medir o seu crescimento. Pode medir o seu crescimento simplesmente dividindo os seus lucros mensal ou anualmente. Assim que perceba o índice de crescimento do seu negócio no último ano, pode decidir como deverá agir face a essa informação.

Se o seu objetivo passa por aumentar o crescimento, tente manter um índice de controlo de crescimento anual (neste caso, os valores mensais serão demasiado voláteis). Talvez esteja satisfeito com o rumo das coisas e queira que tudo se mantenha exatamente como está – mas mesmo assim deverá medir o crescimento e tentar mantê-lo o mais estabilizado possível, ou numa rota ascendente, para compensar a inflação e as despesas. Se não o fizer, poderá estar a negligenciar um potencial crescimento negativo, e quando se aperceber poderá ser já demasiado tarde para agir.

 

Valor/Hora por Cliente

Quer esteja a cobrar aos seus clientes um valor/hora, por partes de projetos ou pelo projeto completo, a mediação do valor/hora é sempre uma boa prática. É fácil de fazer – basta medir o tempo que passa a fazer algo, somar as horas no fim e dividir o seu lucro por essas horas. Considerando todos os seus clientes, é provável que chegue a uma vasta gama de valores/hora.

No topo dessa gama encontram-se os clientes que mais pagam pelo seu tempo e serviços. No fundo, todos os freelancers sem distinção terão aqueles clientes que lhe tomam muito tempo, mas não contribuem muito para o seu negócio a nível financeiro.

O ideal é mudar o tipo de clientes que tem no fundo pelo tipo de clientes que tem no topo. Com o passar do tempo – um ou dois anos, por exemplo – deverá fazer um refresh para conseguir aumentar de forma estável o seu rendimento/hora e, consequentemente, o seu lucro.

 

Redes Sociais

Por fim, mas não menos importante, ao utilizar as métricas anteriores e adicionais poderá verificar o estado da sua promoção nas redes sociais. Se utiliza o Facebook para angariar clientes, quantos clientes é que já conseguiu realmente através desta rede? Compare esse número, por exemplo, com o número de clientes que consegue através dos websites de freelancing.

Além disso, que tipo de clientes consegue particularmente através desse canal? Se é do tipo de clientes que fica sempre no fundo da escala de valor/hora, talvez esteja na hora de reavaliar a sua estratégia e simplesmente desistir deste método.

Alguns exemplos de indicadores-chave de performance que pode avaliar, no que diz respeito ao mercado que advém das redes sociais, incluem:

  • Tráfego para o seu website gerado por campanhas em redes sociais
  • Gasto por clique (se tiver anúncios)
  • Aumento de seguidores
  • Interações (quantos dos seus clientes interagem efetivamente com os seus posts?)
  • Mensagens de potenciais clientes


Tipos de KPIs

O que indicamos acima é somente uma lista de algumas das formas através das quais pode acompanhar o crescimento do seu negócio através do indicadores-chave de performance.

 

Outros tipos de KPIs:

 

  • Custos de aquisição de clientes (p.exe.: quanto gastou em publicidade e quantos clientes conseguiu angariar com essa publicidade)
  • Taxa de desistências (quantos potenciais clientes visitam o seu website e o abandonam sem efetivar qualquer transação)
  • Rotatividade de stocks (este só se aplica caso venda produtos físicos)
  • Promoção fora das redes sociais (SEO, PPC, etc.)
  • Potenciais contactos gerados/convertidos em clientes
  • Número médio de horas por cliente

 

Quais os indicadores-chave de performance que devo utilizar?

A escolha do KPI que pretende utilizar para acompanhar o crescimento do seu negócio depende inteiramente dos seus objetivos.

Claro, numa perspetiva de negócio, o que faz mais sentido é acompanhar o seu crescimento financeiro através da análise ao lucro, cash flow e valores/hora. Deve, por isso, focar-se nos KPIs financeiros.

No entanto, quanto atingir um ponto em que o crescimento financeiro deixa de ser a prioridade número um, talvez considere que acompanhar outros indicadores, como a eficácia (tempo em vez de dinheiro), a satisfação do cliente e as conversões talvez seja a melhor forma de acompanhar o desempenho do seu negócio ao longo do tempo.

 

Resumindo e concluindo, os KPIs podem ajudá-lo a determinar o que é que está bem e mal no seu negócio, e agir em conformidade com essa informação. Todos os freelancers fazem isto subconscientemente, mas dissecar os números desta forma poderá ajudar a dar uma perspetiva mais clara, sem desculpas nem óculos cor-de-rosa.

Crie seu perfil de freelancer e encontre novos projetos agora mesmo.

 Cadastre-se grátis!

More articles

Comments

  • No comments available

Comment this article