5 passos para pedir aumento como freelancer

19.05.2016

Pedir um aumento pode ser um tanto arriscado e desconfortável, mas é fato: esta situação é necessária se você tem objetivos de crescer profissionalmente e não desvalorizar o seu trabalho enquanto freelancer. A cada ano de experiência você adquire mais conhecimentos e se especializa no trabalho que faz – e se isso acontece, bem, não faz sentido que o seu preço permaneça o mesmo.

 


Não se engane: os seus clientes sabem disso. O ponto é que, para eles, não é relevante fazer uma oferta maior se você parece satisfeito com aquilo que tem recebido. Por mais que não seja fácil reunir coragem para fazer uma solicitação deste tipo, é preciso ser forte. Com o intuito de ajudá-lo nesta empreitada, fizemos uma listinha de sugestões que podem ser bastante valiosas. Olha só:
 
1. Saiba explicar o motivo do aumento
Antes de tudo, pense: por que você merece receber mais? Seus motivos devem ser não apenas sinceros, mas lógicos. Fale sobre os seus pontos fortes e sobre a diferença que o seu trabalho fez na vida de seu cliente. Cite as suas potencialidades e as demandas do mercado. Conte ao seu empregador sobre as melhores significativas que o seu esforço trouxe ao website da empresa dele e sobre o retorno financeiro que você gerou. Diga, para arrematar, que pode trazer ainda mais vantagens para ele com especializações e foco.
 
2. Tenha como comprovar tudo o que disser
Não basta dizer que precisa ganhar mais porque está fazendo um trabalho melhor. Você precisa ter como comprovar cada palavra que disser. Como fazer isso? Analise as métricas: depois de um ano trabalhando em um determinado website, qual foi o crescimento deste? Você atraiu público, aumentou o engajamento, criou meios de trazer mais usuários para a plataforma? Quantas pessoas clicam nos links disponíveis e quantos sites fazem menção ao portal que você gerencia ou ajudou a criar? Ter dados como estes não apenas provarão o seu valor ao cliente, mas demonstrarão que você tem potencial para fazer com que os negócios fiquem ainda mais lucrativos. Como se sabe, existem poucas coisas tão relevantes para um empreendedor quanto o crescimento de sua empresa.
 
3. Prefira uma abordagem direta
Depois de explicar a razão pela qual você precisa de um aumento, explique o tamanho do aumento desejado. O mais importante, neste momento, é saber o seguinte: sua primeira oferta será a base de toda a negociação. Você não receberá mais do que está pedindo de forma alguma, mas é bem possível que receba menos.
Atenção: isso não significa que este é o momento de pedir valores absurdos. Faça uma proposta realista e cautelosa, mas não peça muito abaixo do que você acha que merece.
 
4. Empodere-se
Ser influente e saber negociar é muito importante quando você está falando de dinheiro. Se o seu cliente sabe que você será prejudicado se ele não concordar com a sua proposta, o poder está nas mãos dele. Neste caso, o que você, como um freelancer, pode fazer? Mostre ao seu empregador que existem pessoas que querem lhe pagar mais. Fale sobre clientes antigos e sobre propostas recentes. Tenha esta carta na manga: você levará meses para criar uma boa cartela de clientes, mas esse esforço será recompensado.
Parece uma estratégia um pouco injusta, mas pense assim: ao declinar de ofertas que não lhe parecem suficientes, você diz ao empregador que, embora valorize a relação profissional que vocês mantêm, não há possibilidade de continuar recebendo aquém do que você merece.
 
5. Esteja preparado para mudar de rota
Se a negociação não terminar bem, você pode ter que parar de trabalhar para este cliente (estar preparado para isso é realmente importante). Entrar em uma negociação com medo de perder um trabalho normalmente não dá certo. Esta, aliás, é outra razão pela qual você precisa ter influência e outras opções – quando falamos sobre outros empregadores, no tópico acima, falamos sério. Você precisa ter outras fontes de renda e outros jobs caso venha a perder um deles.
Não se esqueça: às vezes, as coisas dão errado. Em boa parte das vezes, entretanto, elas dão certo. Sempre vale a pena arriscar quando o que está em jogo é o seu futuro, e certamente não faz sentido que você trabalhe muito e ganhe pouco.
 
Como sempre, queremos saber o que você achou deste artigo! Conte-nos a sua opinião e compartilhe as suas experiências – queremos ouvir você!

---
Pic: ©Erdenebayar
Crie seu perfil de freelancer e encontre novos projetos agora mesmo.

 Cadastre-se grátis!

More articles

  • KPIs para Freelancers: Como acompanhar o crescimento do seu negócio enquanto freelancer

    Há muitas formas de medir o seu sucesso enquanto freelancer. Uma delas é a quantidade de dinheiro que está a ganhar, mas isso não é necessariamente a mais importante. Existem outros aspetos que também deve considerar, como o número de clientes que conseguiu angariar, o que está a ganhar verdadeiramente por hora de trabalho e a eficácia dos seus esforços de promoção. Se quer que o seu negócio seja bem-sucedido, “voar ao sabor do vento” não será, certamente, suficiente.
  • Os 5 mitos mais comuns sobre práticas de SEO

    O SEO, originalmente chamado de Search Engine Optimization, é um sistema de otimização de buscas que se tornou bastante popular nos últimos tempos. Não é à toa que vários estudos apontam que a maior parte dos consumidores faz pesquisas na internet antes de comprar alguma coisa. Mais interessante ainda, aliás, é saber que 90% das pesquisas se limita aos primeiros resultados que aparecem. Por aí se calcula a importância de colocar o seu site entre as primeiras opções de consulta.
  • Atenção Web Designers! 5 sites incríveis para conseguir ícones grátis

    Se você quer criar um site de aparência moderna e interessante, existe uma forma simples e rápida de diferenciá-lo dos demais competidores. Qual? Fácil: ícones chamativos! É difícil criar ícones específicos e exclusivos para cada projeto, então vale a pena sempre procurar por outras opções pela internet. A melhor parte disso é que, por incrível que pareça, é possível encontrar ícones bonitos e gratuitos por aí (e, às vezes, a única coisa que os autores pedem é para que você lembre de creditá-los).

Comments

  • No comments available

Comment this article