You are here:  Freelancer Tips  »  Article

 
07.09.2017

As 5 piores coisas para a produtividade dos freelancers


O artigo de hoje é um pouco diferente dos demais e traz um presentinho: recebemos há pouco o resultado da nossa pesquisa acerca dos fatores que mais atrapalham o rendimento dos freelancers (e fazem, claro, com quem eles percam muito mais tempo para produzir menos conteúdo). Ficamos muito contentes e orgulhosos com o fato de que tivemos 720 participantes distintos, de várias partes do globo. Levando em consideração todos os comentários recebidos e o perfil dos usuários que participaram da pesquisa, pensamos em algumas soluções para os problemas mais relatados.

Abaixo, confira alguns dos fatores mais citados que prejudicam a produtividade do trabalho freelance e as nossas percepções sobre como combatê-los e otimizar o seu rendimento:

1. Falta de informação (32%)

Um terço dos participantes indicou que aquilo que mais atrasa o desenvolvimento do trabalho é a falta de informação. Conhecimento é precioso, todos nós sabemos disso. Felizmente, com o advento da tecnologia e a democratização dos materiais de estudo, nunca foi mais fácil procurar informações, por mais específicas que elas sejam. Isto, no entanto, nos leva a uma grande pergunta: quais são as fontes confiáveis que devo checar?

Dependendo do tipo de informação que você precisa, existem algumas soluções disponíveis: se você quer saber sobre trabalho freelancer, entender melhor o que significa SEO e encontrar boas dicas de marketing digital para novas empresas e nichos, blogs como o nosso podem lhe oferecer um material muito rico.

Se você está procurando por informações mais gerais - por exemplo, detalhes acerca de um produto específico -, as redes sociais podem lhe socorrer. O Reddit é ótimo para quem está em busca de detalhes, e o Quora, como já falamos por aqui, também é bastante útil.

2. Redes sociais (14%)

Criar vínculos e uma rede de contatos funcional leva um bocado de tempo. Como você evita este desperdício? O melhor conselho é criar metas realistas, que podem ser medidas, e que devem ser cumpridas em um determinado período.

Um exemplo: você quer conseguir 1000 curtidas a mais na sua página do Facebook ou conquistar um número x de retweets. Para alcançar estes objetivos, você decidiu postar de duas a três vezes por semana, o que possivelmente devorará quatro ou mais horas do seu expediente. Decida quando você irá fazer o material da semana (ou do mês) e faça isso, sem enrolar, prolongar ou “deixar para quando der”. A partir do momento que você estabelece uma meta e um tempo para concluí-la, tudo fica mais simples.

3. Surfar pela internet (12%)

Quase cem pessoas disseram que tiveram atrasos significativos no trabalho por conta da distração oferecida pela internet. Este é um problema imenso não apenas para freelancers, mas para qualquer pessoa que está buscando meios de ser produtiva - seja no trabalho ou nos estudos.

Para manter as distrações sob controle, faça intervalos regulares. Isto parecer um pouco óbvio, mas quando você interrompe o trabalho para surfar na internet aleatoriamente (ou seja, para ver conteúdo que não tem a ver com o seu job no momento), significa que você está entediado ou sem interesse. Levante-se e ande um pouco, faça alguns exercícios básicos, alongue-se, beba um café bem quentinho, saia para respirar um pouco de ar puro ou tomar um suco. Estas coisas não apenas farão com que você se sinta mais contente, mas aumentarão os seus níveis de energia e a sua disposição.

Se você é o tipo de pessoa que gosta de contar com a tecnologia para aumentar o seu rendimento, existem aplicativos para smartphone que podem auxiliá-lo a se organizar e a conduzir melhor o seu trabalho. Experimente!

4. Reuniões com clientes (10%), e-mails (9%) e telefone (4%)

Quase um quarto dos participantes da pesquisa disseram que comunicações pertinentes aos negócios, como ligações, e-mails ou reuniões, interrompem o fluxo de trabalho e atrasam as entregas. Existem duas maneiras para combater este problema: uma que é mais branda e outra bastante radical.

Falamos recentemente sobre estas estratégias no artigo em que resenhamos o novo livro de Cal Newport. Em sua obra, o autor fala sobre métodos de “desligar” as distrações e focar de maneira bastante precisa no trabalho. Entre eles, estão as seguintes:

O método mais radical, também chamado de monástico: consiste em afastar-se completamente de tudo aquilo que pode oferecer distrações. Um dia ou uma semana sem telefone, e-mail e redes sociais pode ser muito produtivo, é claro, mas nem sempre você conseguirá fazer isso - especialmente se for freelancer e trabalhar diretamente com a internet.

O método (ou abordagem) bimodal: assim como o método monástico, ele consiste em afastar-se das distrações. A diferença é que ele é mais moderado: ou seja, em vez de largar o celular o dia todo, você fará isso por apenas algumas horas. Uma boa maneira de alcançar este objetivo é estabelecendo certa distância do seu objeto de distração - sair de casa para trabalhar e deixar o telefone lá, por exemplo, é uma ótima opção. Aos poucos, o seu cérebro irá se adaptar à mudança de ambiente e conseguirá se desligar de tudo aquilo que não lhe interessa.

5. Baixa qualidade de sono (6%)

Por fim, temos um problema bastante clássico: a dificuldade de balancear a vida profissional e a vida pessoal. Quarenta e uma pessoas disseram, durante as entrevistas, que sofrem para dormir a quantidade certa de horas (ou que possuem dificuldades para dormir). Este é um problema sério em nossa sociedade, mas frequentemente nós o ignoramos.

Como dormir melhor? Atividade física pode ajudá-lo! Se você se exercitar ou sair para correr durante o dia, certamente estará mais cansado à noite e conseguirá dormir melhor. Além disso, lembre-se de não levar o notebook para perto da cama e de abrir mão de TV, smartphone e tablet na hora de dormir: barulho, hiperestímulo e telas fluorescentes são alguns dos maiores inimigos do sono.

Você tem problemas similares? Fale-nos sobre as suas experiências abaixo e conte-nos o que você achou de nossa pesquisa!

Crie seu perfil de freelancer e encontre novos projetos agora mesmo.

 Cadastre-se grátis!

More articles

  • Storytelling para Freelancers: Por que e como contar sua história

    A contação de histórias é uma arte antiga e até hoje muito valorizada - afinal, é um consenso que as histórias evocam emoções genuínas e encontram formas de criar raízes em nossas mentes. Não é surpreendente, então, que o ato de contar histórias, também chamado de storytelling, tenha se tornado tão importante em áreas de atuação diversas.
  • Recomendação de freelancers em troca de comissão: o que fazer?

    Muitos freelancers gostam de recomendar serviços, profissionais e produtos em troca de pagamento pela sua indicação. Este tipo de prática, que pode render um retorno financeiro até bastante considerável, não é necessariamente incorreta - ainda assim, gera muita polêmica.
  • O que faz um desenvolvedor front-end?

    Você já se perguntou o que faz exatamente um desenvolvedor front-end? E quais habilidades você precisa para seguir essa carreira? Nesta edição da nossa série “career insights“, explicamos o papel de um desenvolvedor front-end e entrevistamos uma profissional freelancer.

Comments

  • No comments available

Comment this article