Como agilizar a aquisição de clientes com um planejador de projetos e 11 elementos para incluir

14.11.2017

Você sabia que, em alguns supermercados, o cliente pode passar as suas compras sozinho? Ao permitir que o consumidor faça o seu “checkout”, os supermercados diminuem interações desnecessárias, economizam dinheiro e até mesmo agilizam os atendimentos. Pode parecer surpreendente, mas uma estratégia similar está começando a ganhar espaço no mundo dos freelancers.

O que é um planejador de projetos?

Para simplificar: um planejador de projetos é uma forma de permitir que os seus possíveis clientes falem, de forma resumida e clara, sobre o que desejam de você e sobre as particularidades do projeto que querem que você assuma por meio de um formulário online. Além de ser um processo que poupa muito tempo, ele também permite que os clientes entrem em contato com você de um jeito rápido e descomplicado. Basta preencher um formulário e pronto!

11 Elementos que você pode incluir no seu planejador de projetos

O que você coloca neste formulário determinará se o seu negócio será bem sucedido ou não. Existem inúmeros elementos que podem ser colocados num planejador de projetos, é verdade, mas preferimos separar 11 itens que acreditamos serem necessários para que cliente em potencial consiga expressar todas as suas necessidades e para que não haja problemas de comunicação entre vocês.

Dê uma olhada na nossa lista:

1. Informação básica sobre o cliente

Essa é a pergunta mais simples e uma das mais importantes. Você precisará que o cliente informe o nome de sua companhia, um endereço de e-mail e também um número de telefone. Algumas informações adicionais podem ser colocadas, mas estas são as mais básicas. Não esqueça jamais de acrescentá-las!

2. Resumo do projeto

Após receber as informações básicas do seu potencial cliente, você precisa saber sobre o que é o projeto em questão. Permita que eles discorram sobre o projeto de forma livre, uma vez que isso facilita o trabalho de ambos os lados. Você pode, se preferir, deixar um número de referência para que eles saibam o quanto devem escrever: um resumo de 500 caracteres ou 100 palavras, por exemplo, pode ser o suficiente neste momento.

Dica extra: Não deixe de incluir um contador de palavras e/ou caracteres. Isto fará com que as pessoas sejam bastante específicas.

3. Objetivos do projeto

Agora que você sabe um pouco mais sobre o projeto, você precisa de detalhes. Qual é o objetivo deste job? O que você deve perseguir, enquanto freelancer, para dar a eles aquilo que eles querem? Pergunte no seu planejador de projetos:

- Eles querem aumentar o número de visitações em seu site oficial?
- Eles querem conquistar uma audiência específica?
- Eles querem criar uma marcas sólida?
- Eles estão em busca de novos leads para um produto?

Considere permitir que os clientes façam uma lista com três objetivos principais. Isto certamente fará com que você entenda o projeto de verdade.

4. Valores da companhia

Este é um elemento opcional em seu formulário, mas pode ser interessante se o projeto estiver diretamente relacionado aos valores e à filosofia que rege uma companhia.

5. Lista de referências

Uma maneira de saber um pouco mais sobre as expectativas de seus clientes é perguntando a eles quais são as suas principais referências em termos de projetos. Com boas referências nas mãos, você saberá exatamente o caminho que deve seguir (e qual é a estratégia que deve adotar).

6. Concorrentes

Entender quais são as empresas ou entidades que competem diretamente com o produto de seu cliente é parte do seu trabalho também. Em vez de fazer pesquisas extensas, você pode cortar caminho e perguntar ao cliente, de forma respeitosa e sucinta, quem são os seus principais concorrentes. Acredite, todas as empresas têm uma resposta para esta pergunta.

Se você não se sente confortável em perguntar isto em um formulário, você pode deixar esta pergunta para depois.

7. Eles já trabalharam com freelancers?

Trabalhar com clientes que não possuem experiências com freelancers pode ser bastante desafiador. Isto não é algo que deve impedi-lo de trabalhar com alguém, mas saber desta informação pode facilitar muito a sua vida.

Novamente, esta é uma pergunta opcional.

Dica extra: Não hesite em compartilhar com o seu cliente os nossos artigos sobre como trabalhar com freelancers - e sobre como conseguir grandes resultados com isso, é claro.

8. Uma lista de habilidades desejadas (e a possibilidade de selecioná-las)

Nem sempre os clientes têm certeza daquilo que precisam - e não saberiam descrever, de forma precisa, o que é esperado de você. Para facilitar este processo (e tornar tudo muito mais simples para ambos os lados), você pode colocar uma lista de habilidades e permitir que as pessoas selecionem aquelas que melhor se adequam às necessidades de um projeto específico.

Por exemplo, digamos que você é um freelancer que trabalha com o Wordpress. Você poderia criar uma lista com os itens a seguir:

- Criação de site no Wordpress
- Design de landing page
- Readequação de design
- Customização de tema
- Manutenção do site
- Avaliação dos mecanismos de segurança do Wordpress
- Consultoria

Se quisesse, você poderia também criar uma lista de habilidades específicas:

- Criação de plugins
- Desenvolvimento de temas
- Desenvolvimento web
- Design UX

9. Prazos

Este tópico é auto-explicativo: você quer saber se o cliente possui um prazo específico em mente para terminar aquele projeto. Isto fará com que você consiga organizar a sua agenda e priorizar os trabalhos mais emergenciais. Em alguns casos, este tópico permitirá que você entenda se deve aceitar o job ou não.

10. Orçamento

Esta pode ser uma pergunta complicada. Muitos clientes não gostam de dizer o orçamento que possuem, em parte porque esperam que você ofereça um preço abaixo do esperado. Para aliviar este problema, você pode criar categorias com estimativas. Por exemplo: < R$500, R$ 500-999, R$1000-1999, e assim por diante.

Se quiser, você pode criar uma opção assim: “Não sei quanto este projeto me custará”. Isso abrirá possibilidades de discussões de valores em um futuro breve.

11. Método de pagamento desejado

Não estamos falando simplesmente em permitir que o seu cliente pague através do PayPal ou de algum cartão de crédito. Esta questão envolve outras coisas, como perguntar se o cliente pretende pagar à vista, se quer pagar metade antes e metade depois, etc.

Esta é a sua maneira de controlar a forma como você recebe o seu pagamento. A partir da criação de várias estratégias, você flexibiliza as possibilidades do seu cliente e também aumenta as suas chances de contratação.

Após reunir todas estas informações, é hora de definir um tempo limite para entrar em contato com o cliente e discutir detalhes.

Dica extra:Não se esqueça de especificar, após a entrega do formulário, o tempo que você levará para responder. Uma mensagem simples, como “Obrigada por sua solicitação! Responderemos ao seu contato em até 5 dias úteis”, pode fazer toda a diferença.

Queremos muito saber o que as pessoas da comunidade do FreelancerMap têm a dizer sobre planejadores de projetos! Deixe-nos saber mais sobre as suas opiniões e percepções nos comentários!
Crie seu perfil de freelancer e encontre novos projetos agora mesmo.

 Cadastre-se grátis!

More articles

  • KPIs para Freelancers: Como acompanhar o crescimento do seu negócio enquanto freelancer

    Há muitas formas de medir o seu sucesso enquanto freelancer. Uma delas é a quantidade de dinheiro que está a ganhar, mas isso não é necessariamente a mais importante. Existem outros aspetos que também deve considerar, como o número de clientes que conseguiu angariar, o que está a ganhar verdadeiramente por hora de trabalho e a eficácia dos seus esforços de promoção. Se quer que o seu negócio seja bem-sucedido, “voar ao sabor do vento” não será, certamente, suficiente.
  • Freelancer, saiba como contratar alguém em 4 passos

    Freelancers precisam confiar em si mesmos - para conseguir um bom desempenho, é preciso ter disciplina e muita organização. Se o volume de trabalho é muito grande, é primordial saber seguir o cronograma. O problema é que, às vezes, os jobs começam a se acumular. Se isto acontecer, talvez valha a pena cogitar a possibilidade de contratar alguém de confiança para ajudá-lo.
  • Conheça 9 profissões que não serão automatizadas

    Com o rápido desenvolvimento da tecnologia, não é difícil entender o motivo pelo qual tanta gente tem medo do futuro e da possibilidade de ser substituído por máquinas: como sabemos, os robôs já modificaram de forma bastante significativa a nossa forma de trabalhar. Existem algumas coisas, no entanto, que não podem deixar de contar com o auxílio das mãos humanas.

Comments

  • No comments available

Comment this article