You are here:  Freelancer Tips  »  Article

 
14.11.2017

O valor dos estudos de caso para freelancers


Enquanto freelancer, recomendações são uma ferramenta de marketing muitíssimo poderosa. Ao ser recomendado por alguém e pintado como uma profissional confiável, generoso e fácil de lidar, as suas chances de ser contratado aumentam consideravelmente.



Sentar e esperar que recomendações incríveis caiam no seu colo não é o suficiente, como você pode imaginar. Tornar-se conhecido não é uma tarefa fácil: ela demanda tempo, investimento e muito trabalho duro. Para que você possa aproveitar todo o potencial deste tipo de marketing, você precisará não apenas se esforçar para conseguir boas recomendações, mas desenvolver maneiras de apresentar as suas vitórias a potenciais clientes.

A melhor maneira de fazer isso é através dos estudos de caso.

Neste artigo, falaremos sobre a importância dos estudos de caso para freelancers e daremos algumas dicas para que você crie os seus. Parece interessante? Vamos adiante, então!

O que são estudos de caso neste contexto?

Nas ciências sociais, estudos de caso oferecem uma análise bastante profunda sobre um assunto determinado. No caso dos freelancers, podemos substituir o termo por “histórias de sucesso”. Um estudo de caso apresenta os feedbacks positivos de um cliente, fala sobre os aspectos positivos de uma empreitada de sucesso ou sobre uma parceria que deu muito certo.

Não pense, no entanto, que estudos de caso são simplesmente depoimentos de clientes bem atendidos. Para começar, estudos de caso tendem a ser bem maiores do que depoimentos simples - os quais costumam contar com duas ou três frases. Um estudo de caso descreve o processo de trabalho de forma precisa, detalhada e otimizada. Vamos ver abaixo quais são os elementos que fazem com que eles sejam excepcionais para o seu marketing profissional.

Quais são os elementos que fazem com um estudo de caso seja bem sucedido?

1. Personalização

Estudos de caso focam em pessoas. Personalização é a chave para você se relacionar com outros clientes e também faz com que eles adquiram simpatia pelo seu trabalho. Tenha certeza de que o seu estudo de caso oferece mais do que descrições genéricas - lembre-se que você precisa se destacar! - e ilustre, sempre que possível, as pessoas e situações citadas em seu estudo. Exemplos reais dão credibilidade!

2. Identificação

O segundo passo para extrair o melhor dos estudos de caso é torná-los passíveis de causar identificação. Você quer que o seu potencial cliente olhe para um estudo de caso e pense: “Nossa, essa pessoa tinha o mesmo problema que eu e este freelancer conseguiu resolvê-lo! Eu vou enviar um e-mail para ele agora!”.

Isto significa que é preciso que você saiba quem é o seu público alvo e como conquistá-lo. Se você costuma fazer projetos para pequenas empresas, providencie um estudo de caso que demonstre isto. Por quê? Ao mostrar um projeto com uma grande companhia, você pode acabar fazendo com que pequenos investidores acreditem que você é inacessível para eles.

3. Storytelling

Outro elemento importante de um bom estudo de caso é a história, que deve ser concisa e bem estruturada. Em outras palavras, um storytelling de boa qualidade faz milagres. Se você não quer arriscar muito, siga regras simples, mas valiosas: introduza o problema do cliente, elabore o seu método e insira o feedback positivo como conclusão. Estas são técnicas de escrita que usamos de forma quase subconsciente. Quando estiver escrevendo, pergunte-se: “Esta história é boa e está  contada de forma a valorizar as suas especificidades?”. Se a sua resposta for sim, você possivelmente está no caminho certo.

O Storytelling pode ajudá-lo a turbinar a sua carreira freelancer. Assim que terminar este artigo, não deixe de checar o nosso artigo sobre freelancers e storytelling!

Como você pode criar estudos de caso?

1. Peça aos seus clientes por feedbacks

O primeiro passo para criar um estudo de caso para o seu negócio freelancer é criar formas de incentivar os seus clientes a lhe fornecerem feedback. Enviar um e-mail ao final de um projeto concluído e perguntar se o saldo foi positivo, por exemplo, pode render ótimos frutos.

Se você quer ir além, crie um pequeno questionário e envie-o para os seus clientes ao final do trabalho. Esta não é apenas uma maneira excelente de entender o que funciona e o que não funciona e de melhorar a sua produção: isto fará com que o seu estudo de caso fique infinitamente mais rico.

2. Faça uma entrevista minuciosa e descubra o que mais eles gostaram

Após receber o feedback, você pode pedir ao cliente para que ele lhe conceda uma pequena, mas profunda entrevista. Isto costuma funcionar melhor com clientes que demonstraram interesse em falar mais sobre o desenrolar do projeto.

Se o seu cliente parece relutante, não os pressione para que participem da entrevista. Isto fará com que você perca tempo e pode até mesmo provocar um desconforto na relação que vocês possuem. Foque nas pessoas que possuem histórias que gostariam de compartilhar.

3. Adicione elementos visuais interessantes

Estudos de caso compostos por grandes quantidades de texto nem sempre conseguem chamar a atenção do leitor. Sim, os parágrafos podem ser incrivelmente bem escritos, mas nem sempre isto é o bastante.

Lembre-se, estudos de caso devem focar na personalização e na identificação. Você precisará de ajuda visual para isso. O que será colocado no estudo, no entanto, varia de projeto para projeto: você pode colocar uma foto de seu cliente, uma imagem do site que você criou, gráficos que provam que os seus artigos alavancaram as visitações de um site, etc. Estas imagens capturarão a atenção de seus possíveis leitores e farão com que você receba toda a atenção merecida.

Você já criou estudos de caso? Conte-nos mais sobre as suas histórias e experiências no campo de comentários abaixo!

Crie seu perfil de freelancer e encontre novos projetos agora mesmo.

 Cadastre-se grátis!

More articles

  • Como agilizar a aquisição de clientes com um planejador de projetos e 11 elementos para incluir

    Você sabia que, em alguns supermercados, o cliente pode passar as suas compras sozinho? Ao permitir que o consumidor faça o seu “checkout”, os supermercados diminuem interações desnecessárias, economizam dinheiro e até mesmo agilizam os atendimentos. Pode parecer surpreendente, mas uma estratégia similar está começando a ganhar espaço no mundo dos freelancers.
  • Freelancer, saiba como contratar alguém em 4 passos

    Freelancers precisam confiar em si mesmos - para conseguir um bom desempenho, é preciso ter disciplina e muita organização. Se o volume de trabalho é muito grande, é primordial saber seguir o cronograma. O problema é que, às vezes, os jobs começam a se acumular. Se isto acontecer, talvez valha a pena cogitar a possibilidade de contratar alguém de confiança para ajudá-lo.
  • Conheça 9 profissões que não serão automatizadas

    Com o rápido desenvolvimento da tecnologia, não é difícil entender o motivo pelo qual tanta gente tem medo do futuro e da possibilidade de ser substituído por máquinas: como sabemos, os robôs já modificaram de forma bastante significativa a nossa forma de trabalhar. Existem algumas coisas, no entanto, que não podem deixar de contar com o auxílio das mãos humanas.

Comments

  • No comments available

Comment this article