Como escolher um nome para o seu negócio freelancer?

30.05.2018

A pergunta mais feita por quem está começando um negócio é a seguinte: “Como devo nomeá-lo?”. E, de fato, este é um questionamento muito válido. O nome da sua empresa será a forma pela qual você será lembrado, então ele não pode ser escolhido aleatoriamente.

Algumas pessoas, neste momento, preferem escolher nomes suntuosos, que funcionam bem tanto para empresas grandes quanto para companhias menores; outros, por sua vez, preferem utilizar o seu próprio nome para divulgar os seus serviços.

Qual é a melhor opção, afinal? Depende. Existem vantagens e desvantagens nas duas escolhas. Neste artigo, falaremos um pouco sobre este tema e o ajudaremos a escolher qual é o nome que faz mais sentido para você. Cada caso é um caso e todas as especificidades devem ser levadas em consideração.

Vantagens de utilizar o seu próprio nome

  • Mais pessoal

Utilizar o seu próprio nome permite que você conte uma história pessoal. Muitos freelancers pautam-se no storytelling para criar seus negócios e, por conta disso, utilizar-se de sua própria imagem para divulgar seu trabalho pode ser útil.

  • Mais acessível (inclusive financeiramente)

Nomes pessoais soam muito mais acessíveis e financeiramente viáveis para a maior parte dos clientes e investidores. A maior parte das empresas que está em busca de parceiros leva em consideração o seu preço; isso não pode ser esquecido.

  • Um nome pessoal e próprio auxilia no desenvolvimento do SEO

Por fim, se você possui um nome bastante único, utilizá-lo para nomear o seu negócio pode ser uma excelente ideia. Existem muitas vantagens em escolher um nome raro para divulgar o seu trabalho. Se você se chama José da Silva, no entanto, uma pesquisa no Google não irá colocá-lo em um patamar muito alto. Pense nisso!

Contras de utilizar o seu próprio nome como marca

  • Pode prejudicar o seu crescimento profissional

Escolher um nome próprio pode parecer uma boa ideia quando você está começando. Imagine, no entanto, o que vai acontecer quando você começar a crescer. Se você eventualmente contratar uma equipe ou começar a conquistar clientes maiores, precisará de algo além do seu próprio nome. Em casos assim, empresas compostas por nomes próprios tendem a ser vistas como pequenas ou menos profissionais.

  • É difícil vender um negócio com o seu nome

Perguntar-se o que vai acontecer com o seu negócio se você sair não é algo que costuma passar pela mente de quem está começando, mas deveria. Se você adquire uma grande carta de clientes, a ideia de vender o seu negócio não é tão ruim assim.

  • Torna difícil separar a vida pessoal da vida profissional

Pessoal que estão interessadas no seu trabalho possivelmente buscarão o seu nome na internet. É difícil pensar em privacidade no mundo contemporâneo, certo? Pois é: se você pensa em compartilhar conteúdos pessoais nas suas redes sociais, linkar o seu nome próprio ao seu negócio pode não ser uma boa ideia. Você não quer que os seus clientes encontrem fotos suas na balada. Acredite.

Benefícios de escolher um nome diferente para a sua companhia

  • Soa mais profissional

Não adianta: uma empresa que não possui o nome de uma única pessoal parece, sim, muito mais profissional. Isso pode até não fazer sentido racionalmente, mas é algo que já está fixado nas nossas mentes. Se você está em busca de criar uma imagem sólida e se preocupa com o que os clientes vão pensar, esta preocupação é necessária.

  • É possível que você consiga clientes dispostos a pagar mais

Nomes grandes atraem grandes investidores. Muitas empresas grandes optam por não trabalhar com pessoas que elas consideram pequenas ou pouco profissionais. Se o seu nome é pomposo, possivelmente chamará a atenção de peixes grandes. Isto, obviamente, fará com que você receba mais atenção e ganhe mais.

  • Auxilia a criação de parcerias e de equipes

Pessoas que trabalham na Amazon não falariam tanto sobre as suas profissões se trabalhassem na Companhia do Jeff Bezos. Se você tem intenção de crescer profissionalmente e contratar diversos colaboradores, é melhor pensar nisso.

Contras de escolher um nome mais “genérico” para o seu negócio

  • Pode espantar clientes menores

Sim, isso pode acontecer. Ao mesmo tempo em que você pode atrair clientes grandes, pode espantar clientes menores. De novo, isso tem a ver com o fato de que companhias com nomes mais “profissionais” tendem a cobrar mais caro do que empresas pequenas.

  • Encontrar um bom nome não é fácil

A busca pelo nome perfeito pode ser longa e um tanto quanto difícil. Ela requer criatividade e bom conhecimento do seu campo de atuação. Existe uma razão pela qual muitas pessoas optam por utilizar os seus nomes: é mais simples.

  • Não tão flexível assim

Por fim, um nome mais profissional não é, necessariamente, tão flexível assim. Muitas companhias possuem nomes que “explicam” aquilo que elas fazem. Se estas empresas decidirem mudar de nicho, possivelmente terão que escolher outro nome: afinal, não faz sentido oferecer um serviço que elas não são mais capazes de fornecer.

Você já escolheu o nome de sua empresa? Conte-nos mais sobre as suas expectativas e sobre o seu processo criativo!

Crie seu perfil de freelancer e encontre novos projetos agora mesmo.

 Cadastre-se grátis!

More articles

  • O que separa um programador júnior de um programador sênior?

    Se você já se inscreveu para uma vaga de programador, criou um perfil no Linkedin ou falou com recrutadores, você já deve ter feito a seguinte pergunta: “Como eu sei se sou um programador júnior ou sênior?”.
  • Impressão 3D: 5 coisas que você tem que saber

    A impressão 3D tornou-se um fenômeno nos últimos anos, não apenas porque a tecnologia tornou-se ainda melhor nos últimos cinco anos, mas porque popularizou-se também financeiramente. Imprimir coisas de plástico e em outros materiais pode parecer algo que não é tão relevante assim para quem é freelancer, mas acredite: a impressão 3D pode abrir as portas de um novo negócio.
  • Como um mês de trabalho no exterior pode mudar a sua carreira

    Você se sente preso e desmotivado com a rotina? Quando ter novas ideias e investir em criatividade passa a ser muito difícil, você precisa tirar um tempo para você. Freelancers costumam tirar férias com muito menos regularidade do que trabalhadores em regime tradicional e não é difícil entender o motivo disso, uma vez que trabalhar “por conta” faz com que você tenha que se organizar de formas menos convencionais.

Comments

  • No comments available

Comment this article