Como contratar seu primeiro freelancer em seis passos

07.07.2018

O trabalho freelancer cresceu de forma muito rápida nos últimos dez anos e demonstrou que não é moda passageira, mas tendência global. Não importa se você é dono de um negócio pequeno ou CEO de uma companhia internacional: a ideia de contratar freelancers para trabalhar com você em um ou mais projetos certamente já deve ter passado pela sua cabeça. E você tem toda a razão de pensar assim: freelancers normalmente possuem muita motivação, têm expertise para dar e vender e costumam ser mais flexíveis do que colaboradores fixos.

Sabemos, porém, que pode ser um pouco intimidador dar o primeiro passo e convidar um freelancer para o seu negócio. Seus investimentos podem crescer absurdamente se você escolher trabalhar com a pessoa certa. Para ajudá-lo nesta tarefa, criamos um guia de seis passos. Confira abaixo como contratar o seu primeiro freelancer:

     1. Defina as três habilidades principais que o seu projeto necessita
Para começar, você precisa ser muito claro sobre as suas necessidades. Pense sobre o que o seu projeto engloba, quanto tempo ele vai durar e quanto você pode gastar. Este último tópico merece um artigo próprio, é verdade, mas como não podemos fazer isso agora, nos limitaremos a dizer: se você quer calcular o quanto precisará investir, você pode perguntar aos seus amigos, olhar o preço da hora de freelancers na internet, etc. Não escolha um profissional pelo seu preço, apenas: o barato sai caro, por mais que essa frase seja batida.

Escolhe três habilidades que você julga necessárias para que o seu projeto seja concluída de forma rápida e eficiente. E lembre-se de ser específico: dizer o que precisa é o primeiro passo para atrair quem pode fazer o trabalho para você.

 
     2. Divulgar a vaga versus escolher freelancers sozinho
 

Saiba o que você quer, se vai utilizar as habilidades acima como keywords. Existem duas maneiras de fazer isso: a primeira é divulgar a vaga. No início, isso pode ser um pouco trabalhoso. Se você está em busca de alguém que trabalhe com tecnologia da informática, por exemplo, escolha publicar a sua vaga em sites como o freelancermap ou em grupos especializados do Facebook. Você terá inúmeras opções na sua caixa de entrada em pouco tempo.

A segunda opção é escolher os freelancers sozinho. Aqui, você tem a vantagem de realmente poder escolher alguém que está de acordo com todos os seus requisitos - ou mesmo um freelancer com quem você já está familiarizado, seja por conta da reputação dele ou de recomendações de amigos próximos. Este método, no entanto, consome ainda mais tempo que o primeiro, uma vez que você terá que enviar e-mails para pessoas específicas e aguardar o retorno delas.


     3. Foque mais na experiência comprovada do que nos auto-elogios

Não importa se você enviou muitos e-mails ou se publicou a vaga oferecida em dez sites diferentes. Dentro de alguns dias, você terá uma centena de candidatos à sua disposição. Como fazer para escolher o mais adequado, dentre tantas opções? A primeira coisa que você tem que fazer é descartar os currículos que não fazem sentido para a vaga em questão. Confira as habilidades dos candidatos e veja se eles podem provar aquilo que dizem saber fazer: não adianta dizer que é redator sem um portfólio, por exemplo. Você também não irá contratar um designer se não tiver visto algumas artes feitas por ele. A lógica se aplica a várias outras coisas, como você pode imaginar.

     4. Faça entrevistas com poucos candidatos em potencial

Após descartar as candidaturas que estão fora do padrão desejado, você deve ter entre cinco e dez freelancers na sua lista de possibilidades. Estas são pessoas que você sabem que podem entregar um bom trabalho e que têm as habilidades que você deseja. Chegou o momento de ir para a entrevista. Se existe um conselho que podemos dar é: prefira fazer entrevistas por telefone ou por chamadas de vídeo. Ouvir, falar e ver uma pessoa faz muita diferença, mesmo que vocês estejam a milhas e milhas de distância.

     5. Entre em contato com antigos empregadores

Se você entrevistou alguns candidatos, mas ainda está em dúvida, existe uma saída: pergunte a empregadores anteriores sobre a pessoa que você deseja contratar. Bons freelancers receberão recomendações. Freelancers excepcionais serão muito elogiados. Se algum de seus possíveis colaboradores for muito bem visto por uma empresa ou parceiro de confiança, escolha-o.
 
     6. Faça um contrato
 

Finalmente, quando tudo for acordado, existe um último passo: fazer um contrato. Este é o único passo deste processo que pode exigir ajuda externa - e tá tudo bem com isso. Se você se sente desconfortável em criar um acordo legal entre você e o freelancer escolhido, peça para que um especialista faça este contrato para você. É óbvio que confiar no seu freelancer é importante, mas você (e ele!) precisam de garantias. Para ambos os lados, o contrato é a melhor prova de que a parceria é real.

Parabéns, você contratou o seu primeiro freelancer! Seu negócio tende a cresce muito com o apoio de profissionais que podem oferecer bons resultados. Fale com eles, não atrase os pagamentos e lembre-se sempre da importância de manter a educação, a gentileza e a prestatividade. Pense também nas vantagens de criar relações duradouras e de conhecer pessoas que podem engrandecê-lo dentro e fora da área profissional. Nos dias de hoje, só se cresce assim.

Crie seu perfil de freelancer e encontre novos projetos agora mesmo.

 Cadastre-se grátis!

More articles

  • Por que freelancers e startups combinam?

    Muitos freelancers acabam fazendo um ou vários trabalhos para startups. E a maior parte das startups, por sua vez, conta com o apoio dos freelancers para conseguir entregar os seus projetos e satisfazer os clientes. Parece haver uma conexão aí, certo? Certíssimo: startups e freelancers dão match, digamos assim.
  • Como construir relações sólidas com seus clientes

    Para muitos freelancers, manter relações cordiais e sólidas com seus clientes é a maneira mais segura de ir adiante nos negócios. Com bons relacionamentos, você terá mais frequência nos seus trabalhos (o que implica em conseguir mais dinheiro!) e poderá gastar menos tempo em busca de jobs. A grande pergunta é: como conquistar os seus clientes e garantir esta vantagem?
  • Como utilizar o YouTube para atrair clientes

    Atualmente, existe muita evidência de que o futuro do marketing online está na produção de vídeos que provoquem interesse e possuam conteúdo viral. Mais e mais pessoas estão contado com plataformas como o YouTube para consumir material, então você, enquanto dono de um negócio, deveria pensar seriamente em como começar a utilizar esta ferramenta.

Comments

  • No comments available

Comment this article