Como Criar um Curso e Vender o Seu Conhecimento em Freelancing

28.10.2018

Os cursos online abundam na internet. Se já tem o seu próprio negócio enquanto freelancer, se calhar pergunta-se se valerá a pena investir tempo e dinheiro na criação de um curso. Bem… Criar um curso pode ser algo de muito benéfico para si e para o seu negócio, especialmente a longo prazo.



Vantagens de Criar um Curso enquanto Freelancer

Diversifica os seus rendimentos

Todos os freelancers sabem que a grande desvantagem da liberdade que o trabalho em freelance permite reside no facto de que os rendimentos só muito raramente são estáveis. Criar um produto digital (neste caso, um curso) pode ser uma maneira fantástica de diversificar e estabilizar os seus rendimentos mensais.

Melhor ainda, criar um curso implica somente um esforço único. Pode vender o produto quantas vezes quiser, criando um meio de rendimento passivo adicional ao rendimento que obtém como freelancer.

Outro produto digital alternativo que pode considerar é o e-book.

Torna-se numa Referência

Criar um curso tendo como base o seu nicho enquanto freelancer faz de si um especialista.

Ao demonstrar que tem experiência suficiente para partilhar o seu conhecimento com outras pessoas sob a forma de um curso estará a destacar o seu nome na sua atividade enquanto freelancer e a aumentar as hipóteses de receber contactos de potenciais clientes para trabalhos futuros.

Como encontrar o tema sobre o qual deve criar o seu curso

Então…decidiu criar um curso para vender. Precisa de decidir qual o tema sobre o qual irá criar o seu curso.

 

Como deve ser o seu curso?

- Deve estar relacionado com o seu negócio enquanto freelancer

- Deve ter um tema pouco abordado no mercado (sem muita competitividade)

- Deve ser sobre um assunto que domina na perfeição

 

A seguir vamos-lhe explicar como deve criar o seu curso. Mas o mais importante, antes de começar, é assegurar-se de que o seu curso é necessário.

Pergunte-se a si próprio: o curso serve o seu propósito? Ensina efetivamente algo de útil?

Pode criar um curso sobre uma das ferramentas que utiliza frequentemente, como o Photoshop ou um editor de vídeo, caso seja da área do design, ou sobre alguma das suas skills enquanto freelancer, como a escrita, código ou qualquer outra que lhe pareça relevante.

Guia para criar o seu curso online


1. Escolha o tema

Como já mencionamos acima, antes de mais nada deve selecionar o tema do seu curso.

O seu curso deve ser sobre algo que, para si, seja verdadeiramente apaixonante. Você tem que ter paixão pelo tema para poder criar algo que também irá entusiasmar as outras pessoas. Além disso, escrever sobre um tema pelo qual não tem interesse resultará em conteúdos de qualidade mediana, que não farão jus à suas capacidades e não ajudarão ninguém.

Em segundo lugar, o seu tema precisa de ter procura. Até pode escrever o melhor e mais informativo curso do mercado, mas se ele não interessar a ninguém, será somente uma perda de tempo.

A melhor forma de perceber se o tema que escolheu tem procura é juntando-se a fóruns, grupo do Facebook ou comunidades online para descobrir o que é que as pessoas procuram. Será que já existem milhares de outros cursos sobre esse mesmo tema? Ou será que encontrou uma oportunidade no mercado, correspondente à necessidade das pessoas?

2. Perceba como é que o seu curso vai ajudar as pessoas

Para poder vender o seu curso, terá de mostrar às pessoas o que é que elas ganham com ele. Perceber, mesmo antes de começar a escrever a primeira linha, como é que o seu curso irá ajudar as pessoas e para que é que elas podem eventualmente precisar dele.

Mantenha isto em mente enquanto produz todo o curso para que possa criar conteúdos que sejam benéficos para os seus futuros clientes e não somente para si.

3. Defina a estrutura do seu curso

Depois de descobrir o seu tema, saber por onde começar pode ser deveras avassalador. Defina toda a estrutura, separe-a em aulas e tente criar o esquema que o seu curso terá que seguir.

Idealmente, o seu curso deve seguir uma ordem lógica, pelo que será sempre boa ideia criar uma série de módulos sequenciais que ensinarão o tema aos seus estudantes de uma forma gradual, à medida que o curso avança.

4. Produza

Este é o ponto que realmente interessa: a criação do curso! Depois de ter planeado a sua estrutura, comece a escrever, a filmar e a editar os conteúdos do seu curso.

Dica adicional: Alguns freelancers lançam uma versão beta do seu curso, destinado a um grupo restrito, para obterem algum feedback antes do lançamento oficial. Isto pode ser uma ótima maneira de conseguir feedback real sobre o seu curso e perceber, assim, o que precisa de alterar para o tornar melhor antes de iniciar a promoção do mesmo junto de um público mais alargado.

5. Defina o preço

Definir o preço do seu curso pode ser um verdadeiro desafio – por um lado, o preço deverá ser suficientemente alto, refletindo o valor dos conteúdos que está a partilhar, mas por outro lado, não deverá ser tão alto que acabe por demover as pessoas de o comprar.

Não existe um preço certo ou errado para o seu curso – mas você deve considerar cuidadosamente o valor dele antes de decidir os números. a primeira coisa que deve fazer é dar uma vista de olhos aos cursos dos seus concorrentes e ao preço deles, e utilize essa informação como benchmarking para o seu próprio curso.

6. Promova o seu curso

Depois de criar o seu curso, há que fazê-lo chegar ao público-alvo!

Existem infinitas maneiras de promover o seu curso, mas no meio delas há algumas boas opções a considerar:

  • Escreva alguns posts num blog acerca do seu curso e da utilidade que pode ter para as pessoas
  • Participe em podcasts para falar sobre o seu curso (e chegar a outro tipo de audiência)
  • Organize webinars gratuitos e transmissões via Facebook com alguns previews do seu curso
  • Publique anúncios de promoção
  • Utilize as redes sociais e peça a outras pessoas para partilhar os seus posts
  • Crie cursos gratuitos por e-mail e-books ou ouros conteúdos digitais, como uma newsletter, que promovam o seu curso

Criar um curso para o seu negócio enquanto freelancer é um grande investimento do seu tempo – mas se o fizer bem, ficará com um produto que poderá vendar um sem-número de vezes durante os próximos anos.

Esperamos que estes passos tenham facilitado o processo de escolha de um tema e criação do seu próprio curso! Boa sorte!

Crie seu perfil de freelancer e encontre novos projetos agora mesmo.

 Cadastre-se grátis!

More articles

Comments

  • No comments available

Comment this article