Metodologias ágeis – Tudo o que precisa de saber

M

Se é um freelancer atento às novas terminologias e conceitos, certamente já terá reparado que a expressão metodologias ágeis aparece cada vez com mais frequência em todo o tipo de projetos. Como freelancer terá muito a ganhar se aprender mais sobre esta área ou mesmo, se tomar a decisão de tornar-se um especialista em métodos ágeis ou agile coach.

  1. O que são metodologias ágeis
  2. O manifesto dos métodos ágeis
  3. Vantagens de implementar metodologias ageis
    1. Melhoria da satisfação do cliente
    2. Maior colaboração e equipas de desenvolvimento mais motivadas
    3. Menor tempo de execução e menores custos
    4. Melhor produto final
    5. Deteção antecipada de erros ou problema
  4. Os principais tipos de metodologias ageis
    1. Scrum
    2. Kanban
    3. Lean
    4. Smart
  5. Trabalhar como especialista em métodos ágeis ou agile coach

Mas antes de avançarmos mais, importa referir que as metodologias ágeis representam alternativas aos modelos ditos tradicionais de gestão. Esta metodologia centra-se em garantir que o processo de realização de um projeto é bem feito, para que a entrega do produto final corresponda ao pretendido.

Principalmente no desenvolvimento de software, ou em projetos IT, o método agile é cada vez mais comum  e por essa razão, se é um freelancer nestas áreas, apenas tem a ganhar se ganhar mais conhecimento sobre estas metodologias. 

Por isso, aceite o nosso convite e venha aprender mais sobre metodologias ágeis.

método agile - o que é

O que são metodologias ágeis

As metodologias ágeis surgiram com o objetivo de tornar mais fácil a gestão de projetos no contexto da Tecnologia de Informação. Estas empresas deparam-se muitas vezes com a dificuldade em gerir as etapas de produção, que se tornam demasiado demoradas. Para este problema podem contribuir muitos factos:

  • Inexistências de entregas definidas
  • Comunicação pouco clara entre diferentes equipamentos
  • Problemas de comunicação entre a equipa e o cliente

O sucesso da implementação dos métodos ágeis levou a que rapidamente outras áreas de negócios optassem por implementar este conceito para a gestão dos seus projetos.

Qualquer projeto deve ter condições bem estabelecidas relativamente ao seu início e fim. Porém, a duração dos projetos pode estender-se ao longo de meses, e até de anos. 

Durante esse período de tempo, são muitos os acontecimentos que podem surgir. Foi essa a principal necessidade que levou ao surgimento do método ágil. 

A principal diferença dos métodos ágeis em relação aos métodos tradicionais de gestão de projetos, é que as metodologias ágeis focam-se em ciclos de desenvolvimento de menor duração, em entregas claramente delineadas e no estabelecimento de melhores processos de trabalho em equipa

Este conjunto de regras permite identificar mais facilmente os erros e bloqueios que surgem durante a realização de um projeto. Em simultâneo, todos os envolvidos beneficiam de flexibilidade, conseguindo fazer as alterações necessárias para evitar que potenciais problemas impeçam que o projeto progrida.

Existem diversos métodos ágeis: Scrum, Lean, Kanban e diversos outros. Mas mais à frente explicaremos melhor quais as principais metodologias e suas grandes diferenças.

O manifesto dos métodos ágeis

A história das metodologias ágeis é longa. Apesar de muitas pessoas acreditarem que se trata de algo muito recente, a verdade é que um dos métodos ágeis mais populares surgiu em 1986, o Scrum. 

Contudo, foi em 2001 que um grupo de especialistas no tema se reuniu para discutir novas ideias relativamente à gestão de projetos. Desse encontro nasceu o Manifesto Ágil, um documento que nos dias de hoje serve de referência para os princípios associados a estas metodologias

De acordo com o manifesto, os valores basilares do método agile são:

  • Comunicação – é mais importante a comunicação entre as pessoas do que os processos e as ferramentas;
  • Praticidade – O foco deve estar no funcionamento do software e não na documentação abrangente;
  • Colaboração e expectativas reais – Deve existir colaboração entre o cliente e a equipa, para que o nível de expectativas seja real. A colaboração é mais importante do que a negociação;
  • Flexibilidade – Mais importante do que seguir o plano, é ter capacidade de adaptação perante as mudanças que surgem. 

Vantagens de implementar metodologias ageis

Optar por implementar metodologias ageis é uma decisão que oferece diversas vantagens.  

Enquanto freelancer terá muito a ganhar ao tornar-se especialista em métodos ageis, não só porque isso lhe permitirá melhorar o seu trabalho, mas também porque existe uma verdadeira procura por especialistas em métodos ágeis no mercado.

Nas próximos linhas vamos analisar as principais vantagens oferecidas pelos métodos ágeis.

#1 Melhoria da satisfação do cliente

Uma das principais vantagens da implementação do método agile é a melhoria da satisfação do cliente. O cliente é convidado a estar mais presente durante o projeto.

Ao iniciar-se uma nova etapa, o cliente será informado sobre o progresso alcançado. O objetivo é permitir que o cliente esteja realmente envolvido, partilhando o conhecimento, experiência e visão. Desta forma, o produto final terá também o cunho do cliente. 

Esta dinâmica de colaboração e a participação ativa do cliente no projeto, permite aumentar o seu grau de compreensão relativamente ao que foi feito e como foi feito. Isto resulta num maior grau de satisfação. 

#2 Maior colaboração e equipas de desenvolvimento mais motivadas

As metodologias ágeis permitem que cada membro da equipa saiba sempre qual é o estado do projeto. Isto permite fazer uma melhor gestão do tempo necessário para completar cada tarefa.

Prazos claros e o conhecimento sobre a evolução global de um projeto são fatores que contribuem para manter o índice de motivação da equipa de desenvolvimento mais elevado.

#3 Menor tempo de execução e menores custos

Para as empresas, a principal vantagem de optarem por implementar métodos ágeis é a redução de custos

O desenvolvimento de um projeto através de metodologias ageis assegura uma maior eficiência e rapidez. Assim, prazos e orçamentos são cumpridos de forma rigorosa, evitando demoras na entrega e revisões de orçamento.

#4 Melhor produto final

A colaboração entre a equipa de desenvolvimento e o cliente permite assegurar que o produto final vai de encontro às verdadeiras expectativas e necessidades do cliente.

#5 Deteção antecipada de erros ou problemas

Uma vez que nas metodologias ágeis, o projeto é dividido em etapas, é mais fácil identificar problemas que possam surgir durante a execução do projeto.

Através da identificação precoce desses problemas, é possível melhorar o custo e o tempo final de entrega do projeto.

Os principais tipos de metodologias ageis

Depois de termos visto o que são metodologias ágeis, de termos conhecido o seu manifesto e as suas principais vantagens, chegou o momento de apresentarmos os métodos ágeis mais relevantes da atualidade. 

Os principais tipos de metodologias ageis

Scrum

O Scrum é possivelmente o método ágil mais popular da atualidade. De tal forma, que este método é frequentemente confundido com o próprio conceito. O principal foco do Scrum é o conhecimento da equipa e a definição de papéis claros para cada um dos envolvidos.

Precisa dos serviços de um Scrum master? > Especialistas em Scrum

No Scrum é definido um “Dono de Projeto”. Na prática é a pessoa que vai garantir que o projeto é executado de forma a ir de encontro às pretensões do cliente. Esta pessoa é quem tem a responsabilidade de definir quais serão as funcionalidades a implementar. 

Após essas funcionalidades estarem definidas, passa-se então à criação de uma lista ordenada por prioridade. Esta lista tem a designação de backlock.

Finalmente, as tarefas são atribuídas aos diferentes elementos da equipa e começam os “Sprints”. Estes últimos são espaços temporais, durante os quais a equipa procura complementar etapas do desenvolvimento. Cada etapa não deve exceder 4 semanas. 

No final de cada Sprint, a equipa deve parar e rever o trabalho realizado. Isto serve para garantir que a execução até aquele ponto foi realizada da forma certa. Este passo permite mitigar a probabilidade de erros.

Após a revisão e a resolução de todos os eventuais problemas, inicia-se o próximo Sprint. O processo continua assim, sucessivamente, até todo o backlog estar terminado e o produto estar pronto para ser apresentado ao cliente.

Kanban

Este é um método agile muito visual e focado em checklists. A metodologia Kanban ajuda a ter um excelente controlo visual sobre o trabalho que está a ser realizado pela equipa.

Por ser uma das metodologias ágeis mais simples, Kanban é hoje também um dos métodos mais usado pelas empresas.

Para começar a usar o Kanban basta criar um quadro (pode ser um simples quadro físico, ou uma aplicação digital e colocar três colunas:

  • Para fazer – onde serão incluídas todas as tarefas que devem ser feitas no âmbito de um projeto ou num certo período temporal, mas que ainda não foram iniciadas.
  • Em progresso – onde se colocam as tarefas que estão a ser trabalhadas.
  • Realizado – onde se inserem as tarefas que já foram realizadas e validadas.

Um bom exemplo de aplicação da metodologia Kanban é a popular plataforma de gestão de projetos: Trello.

Kanban é uma metodologia muito eficiente, mas apenas funciona corretamente se toda a equipa estiver comprometida e adotar a sua utilização.

Lean

Este é um método agile especialmente popular entre as startups. Funciona particularmente bem quando aplicado a projetos de pequena dimensão. O principal objetivo do sistema Lean é a identificação e eliminação eficiente dos desperdícios que existem dentro de uma empresa, ou na execução de um projeto.

Assim, o foco está na minimização dos custos e na redução da complexidade das tarefas. O resultado final deve ser a melhoria da produtividade da equipa.

Podemos afirmar que Lean se baseia em três simples passo: construir, medir e aprender.

Smart

Finalmente, chegamos à metologia “Smart”. Este método ágil é apreciado sobretudo porque facilita a definição de objetivos tangíveis. É talvez o sistema mais fácil de explicar, pois o seu conceito está diretamente ligado às letras do seu nome:

  • Specific – o objetivo deve ser específico e os pontos devem ser tratados um a um, para reduzir o risco de interpretações incorretas;
  • Measurable – o objetivo deve ser mensurável. Estabelecendo objetivos concretos é mais fácil de atestar a eficácia do processo;
  • Attainable – significa que os objetivos definidos devem ser realistas;
  • Relevant – as metas devem ser relevantes para o projetos;
  • Time-related – tem que existir uma data limite para a finalização e entrega do projeto.

Trabalhar como especialista em métodos ágeis ou agile coach

Enquanto freelancer, faz todo o sentido especializar nesta área e tornar-se especialista em métodos ágeis ou agile coach.

Possivelmente nunca ouviu falar nestas expressões anteriormente, já que a sua popularidade apenas cresceu de forma significativa nos últimos anos. Mas nós explicamos: especialista em métodos ágeis ou agile coach é o profissional que implementa as metodologias ágeis nas empresas.

É um profissional que atua sobretudo como consultor, ajudando as empresas a alcançar entregas e resultados globais mais satisfatórios. Ao contrário do que acontece com a especialização “Scrum Master”, o agile coach tem a capacidade de identificar qual é o método mais apropriado para um determinada empresa ou projeto.

Você é especialista em metodologias ágeis?

Isto significa que um freelancer que resolva tornar-se especialista em métodos ágeis deve dominar as diferentes metodologias e compreender qual a que melhor se adequa a uma situação específica.

Hoje, com a crescente popularização da transformação digital e com o surgimento de cada vez mais startups, a procura por profissionais experientes em metodologias ágeis é maior do que nunca, o que é uma ótima razão para apostar nesta área.

André Alface
Por André Alface

Artigos recentes