O que faz um desenvolvedor Full Stack?

O

Um desenvolvedor full-stack é um programador que controla o desenvolvimento de front-end (cliente) e back-end (servidor) de aplicativos da Web, software e sites. Mas o que faz exatamente um desenvolvedor full stack?

O papel de um desenvolvedor Full Stack

Resumo das funções
Resumo das funções

Os desenvolvedores full stack combinam as habilidades de desenvolvedores front-end e programadores back-end. Eles são capazes de trabalhar com bases de dados e servidores e de assumir tarefas de administradores de sistema ou cientistas de dados.

O desenvolvedor full stack entende a conexão entre a experiência do usuário ao usar uma interface (front-end) e o que acontece nos servidores e armazenamento de dados (back-end). Eles podem trabalhar em todas as áreas de desenvolvimento de software e, portanto, são muito procurados no mercado de trabalho.

Este perfil é tão completo que é um dos mais procurados por pequenas e médias empresas que, principalmente em seu início, precisam otimizar recursos.

Você necessita um especialista para seu projeto?
Os melhores desenvolvedores full stack 👩🏻‍💻

Os desenvolvedores full stack entendem toda a tecnologia de um site e traduzem os requisitos dos usuários na arquitetura do site.

Eles estão familiarizados com diferentes linguagens e estruturas de programação, como:

  • Linguagens e frameworks de front end: HTML, JavaScript, AngularJS, Bootstrap, NodeJS
  • Linguagens e frameworks de back end: PHP, Java, C#, C++, Drupal, Python, Django
  • Servidores
  • Bases de dados
  • Redes
  • Alojamento
  • APIs

Responsabilidades e Tarefas

Lista de funções e responsabilidades do desenvolvedor full-stack
Lista de funções e responsabilidades do desenvolvedor full-stack

As tarefas de um desenvolvedor full stack não são cem por cento definíveis. Eles trabalham em todos os estágios de desenvolvimento, desde a criação e desenvolvimento até a produção.

Um desenvolvedor full stack também apoia o gerenciamento de projetos e analisa os requisitos de um aplicativo de um programa. Como resultado, eles são frequentemente responsáveis ​​pelo planejamento, programação e teste funcional do software.

Isso também inclui resolução de problemas dos sistemas, administração ou gerenciamento de projetos complexos que podem combinar várias linguagens de programação ou desenvolvimento de front-end e back-end.

Na prática, eles também podem atuar como consultores para outros desenvolvedores e programadores e podem trabalhar com outros departamentos que requerem suporte e aconselhamento.

Quais são as principais tarefas de um desenvolvedor full stack?

  • Desenvolver a arquitetura da interface do site
  • Projete as interfaces do usuário e outros elementos de front-end
  • Desenvolver aplicativos back-end
  • Crie servidores e bases de dados para uma funcionalidade correta
  • Garantir o funcionamento do aplicativo ou site em telefones celulares
  • Garantir a velocidade e escalabilidade do site
  • Gerenciamento de projetos complexos
  • Assessoria a outros departamentos


Junte-se à nossa comunidade de freelancers hoje mesmo! Crie seu perfil de expert em apenas 2 minutos. Encontre Projetos sem comissão!


Qualificações e experiência

Para ser um programador full stack de sucesso, primeiro você precisa ser versátil e ter bons conhecimentos de programação e dos diferentes estágios da produção de software.

Além disso, é essencial ter curiosidade sobre as novas tendências para se manter atualizado com as tecnologias mais recentes e entender quais são os padrões do setor.

Qualificações e conhecimentos necessários
Qualificações e conhecimentos necessários

Que conhecimentos deve ter um desenvolvedor full-stack?

  • Bons conhecimentos de programação, front-end e back-end
  • Domínio de linguagens de front-end fundamentais, como HTML, CSS e JavaScript
  • Experiência com frameworks JavaScript – Angular.js, React, Amber, vue.js
  • Domínio de linguagens do lado do servidor – Python, Ruby, Java, PHP, .NET
  • Conhecimento da tecnologia de bases de dados como MySQL, Oracle e/ou Cassandra
  • Experiência com APIs web e APIs RESTful e arquiteturas de micro serviços.
  • Domínio dos sistemas de controle de versão – Git e CI/CD
  • Ter trabalhado com TFS, GIT, Jira, Confluence, SDLC, Agile e Scrum
  • Experiência com rede – Sub-redes, firewalls, etc.
  • Responsabilidade pessoal, motivação e trabalho em equipe
  • Paixão pelo treinamento e aprimoramento contínuo

Você procura um novo trabalho ou projeto?

Educação e Formação

Não há um pré-requisito definido para se tornar em um programador full stack. Muitos são autodidatas e aprenderam lendo documentação oficial e aproveitando os recursos disponíveis na internet.

No entanto, ter um diploma universitário completo dará uma boa base sólida. Os cursos mais comuns são engenharia informática ou engenharia de sistemas.

Existem também bootcamps e cursos online que permitem conhecer de forma intensiva o que o mercado exige e que também podem servir de base para este perfil profissional.

Salário e Tarifas Freelance

O salário de um desenvolvedor Full Stack junior é de cerca de 50.000 dólares por ano nos Estados Unidos. E sua média é de 85.000 dólares por ano. Um desenvolvedor com mais experiência e que domina mais idiomas poderá chegar aos 130.000 dólares por ano.

Em Portugal, estes profissionais ganham em média 20.300 euros quando estão em início de carreira (até 3 anos de experiência) mas podem chegar aos 34.400 euros por ano se acumularem 6 ou mais anos de experiência.

No Brasil um programadorr full stack ganha cerca de 60.000 reais por ano, mas os profissionais mais experientes podem chegar a ganhar 96.000 reais por ano.

Quanto ganha um desenvolvedor full stack?

Salário EUA$50.000 – $130.000
Salário Portugal20.300€ – 34.400€
Salário BrasilR$ 60.000 – R$ 96.000

Qual é a tarifa média para um desenvolvedor full stack freelancer?

A tarifa média de um desenvolvedor full stack freelancer é de 70$ por hora (Setembro 2020)
A tarifa média de um desenvolvedor full stack freelancer é de 70$ por hora (Setembro 2020)

A tarifa média de um desenvolvedor full-stack freelancer é de 70 dólares por hora. Se considerarmos um dia de trabalho normal, com 8 horas, isso significaria um salário de 560 dólares por dia (Índice de preços do freelancermap – mês de setembro de 2020).

No entanto, as tarifas cobradas por casa freelancer mudam em função do seu país de residência. Um desenvolvedor full stack na Alemanha pode chegar a cobrar 90 dólares por hora, enquanto que no Brasil cobra cerca de 59 dólares e em Portugal este valor cai para os 29 dólares por hora.

Carina Mendes

Carina é formada em Comunicação mas é completamente apaixonada pela Tradução. Ela trabalha como Freelancer e colabora com a freelancermap para os artigos em português.

Escreva um comentário

Artigos recentes