O que faz um engenheiro de automação?

O

A industrialização e as necessidades produtivas criaram a necessidade de automatizar cada vez mais processos, tornando-os mais eficientes. E isso levou a que a função de engenheiro de automação gozasse de uma grande demanda nos dias de hoje. Vamos conhecer melhor esta profissão e suas implicações.

O papel de um engenheiro de automação

O papel de um engenheiro de automação
O papel de um engenheiro de automação

Um engenheiro de automação projeta e gere toda a maquinaria. Eles utilizam a tecnologia para melhorar, aprimorar e automatizar os processos de produção, de forma a que estes envolvam cada vez menos recursos humanos. Entre as suas várias responsabilidades, incluem-se o planejamento, a implementação e a monitorização de todos os processos que eles mesmo desenvolvem.

Mas isso não é tudo. Um engenheiro de automação também necessita saber integrar todas as soluções de software e hardware que contribuam para a automatização do processo.

Ao ajudarem a tornar o processo produtivo mais eficiente e mais barato, o engenheiro de produção se tornou já num elemento indispensável em todas as indústrias com processos complexos e produção em massa. Esse é caso da indústria farmacêutica, automotiva ou até mesmo produção alimentícia.

Você necessita um especialista para seu projeto?
Os melhores engenheiros de automação
👩🏻‍💻

Funções e Tarefas de um engenheiro de automação

Quanto maior a indústria, maior os desafios do engenheiro. Mas na base de todas as suas responsabilidades encontra-se, sem qualquer sombra para dúvidas, a necessidade de simplificação e automatização dos processos. E para poder fazer isso, ele terá que conhecer na perfeição todos os processos da empresa e também a maneira como eles estão a ser executados, para que possa, a partir daí, encontrar soluções de melhoria contínua para os mesmos.

Mas o trabalho não fica por aí. Ao re-criar e re-organizar todos os processos em função de suas ideias de melhoria, o engenheiro de automação carregará depois também a responsabilidade de supervisão sobre toda a tecnologia que criou/implementou, assegurando o seu correto funcionamento e relevância.

Assim, a sua principal responsabilidade passa precisamente por ajudar a empresa a melhorar a sua produtividade e rentabilidade, algo que acabará por se refletir também em seus lucros.

Funções de um engenheiro de automação
Funções de um engenheiro de automação

As funções de um engenheiro de automação incluem:

  • Desenvolvimento de ferramentas – software e hardware
  • Projeção e implementação de medidas de instrumentação, sensores e algoritmos
  • Certificação e monitorização de projetos
  • Modelagem, simulação e controle dos processos produtivos
  • Re-criação e integração dos processos (se possível)
  • Criação do estudo de viabilidade técnica e económica para as soluções que desenvolve
  • Padronização e verificação do controle de qualidade
  • Instalação, montagem e reparação de equipamentos
  • Orçamentação de soluções
  • Desenvolvimento de projetos de automação com a vertente de autómato e consola de interface (OMRON e SIEMENS)
  • Configuração, programação e testagem dos sistemas para evitar problemas nos seus componentes
  • Gerir todo o programa de manutenção preventiva
  • Coordenar as reparações necessárias (quando aplicável)

Qualificações necessárias

Qualificações de um engenheiro de automação
Qualificações de um engenheiro de automação

Um engenheiro de automação necessita de possuir conhecimentos muitos variados, tanto a nível técnico como teórico. Só assim se torna possível tomar as decisões certas e saber exatamente onde e quando a sua intervenção vale e pena e fez sentido para a empresa.

Também é necessário possuir uma boa capacidade de análise e medição para poder pesar corretamente os diferentes cenários com todas as possíveis variáveis. Ter uma boa capacidade de organização também pode ser muito útil para ajudar no planejamento e gestão dos projetos e das necessidades de calendarização da manutenção preventiva.

Possuir experiência na indústria onde se trabalha pode ser muito útil para um engenheiro de automação, porque cada indústria possui processos e necessidades muito distintas. Por isso, ter experiência na indústria para a qual irá trabalhar pode se revelar numa enorme vantagem.

Características que todos os engenheiros de automação necessitam de possuir:

  • Boas capacidades de análise, decisão e medição
  • Boa organização
  • Conhecimentos de software e hardware
  • Conhecimentos de gerenciamento de bases de dados, sistemas e aplicativos
  • Conhecimentos de pneumática, hidráulica, mecânica e interpretação de esquemas elétricos
  • Conhecimento profundo dos processos da empresa para a qual trabalha
  • Bons conhecimentos técnicos e atenção ao detalhe
  • Treinamento em gerenciamento de projetos
  • Boa capacidade de liderança e comunicação
  • Ser autodidata e estar sempre informado acerca das últimas inovações tecnológicas
  • Boa capacidade para resolver problemas

Educação e Formação

Um engenheiro de automação necessita habitualmente de possuir uma licenciatura em engenharia ou um curso técnico adequado à sua função. Alguns dos cursos que podem dar acesso a esta profissão são:

  • Licenciatura em Engenharia Mecânica
  • Licenciatura em Engenharia Mecatrônica
  • Licenciatura em Engenharia Eletrotécnica – ramo da Automação e Controlo
  • Licenciatura em Engenharia Informática

Também existem certificações que ajudam a obter acesso e reconhecimento de profissionais na área da automação industrial. Um bom exemplo disso é a certificação na área da programação em PLC e Sistema de Supervisão (SCADA).

Mas talvez o mais importante de tudo nessa profissão seja mesmo a capacidade de estar constantemente aprendendo e pesquisando novas soluções porque esse é o melhor meio para conseguir desenvolver soluções mais eficientes e económicas.

Quanto ganha um engenheiro de automação?

É certo que este tipo de profissionais são muito requisitados na área industrial, mas o seu salário vai sempre variar em função da sua experiência e da área em que trabalha.

Salário EUA$ 99.000
Salário Portugal35.000 €
Salário BrasilR$ 43.000

Nos Estados Unidos, um engenheiro de automação ganha cerca de 99.000 dólares por ano. Mas países mais industrializados, como a Coreia do Sul, a Alemanha ou até mesmo Singapura são boas apostas para os profissionais que pretendem ganhar experiência nesta área.

Em Portugal um engenheiro de automação pode ganhar em média 35.000 euros anuais e no Brasil cerca de 43.000 reais.

Quanto ganha um engenheiro de automação freelance?

Tarifa Engenheiro de Automação Freelance (freelancermap index, setembro 2020)
Tarifa Engenheiro de Automação Freelance (freelancermap index, setembro 2020)

Um engenheiro de automação pode trabalhar como freelancer ao desenvolver funções de consultoria em determinadas empresas, principalmente se conhecer bem o negócio.

Mas o negócio de um freelancer pode melhorar muito em função da área em que ele escolher especializar-se, até porque essa é uma profissão com um alto nível de tecnicidade e que requer um bom conhecimento da empresa e dos seus processos. Por isso, não é ideal. Mas ainda assim existem muitos profissionais que trabalham sob o regime freelance.

Em média, um engenheiro de automação pode cobrar até 83 dólares por hora (freelancermap index, setembro de 2020).

Carina Mendes

Carina é formada em Comunicação mas é completamente apaixonada pela Tradução. Ela trabalha como Freelancer e colabora com a freelancermap para os artigos em português.

Por Carina Mendes

Artigos recentes